Uirapuru in Porto

Date: 
02/06/2009 - 21:00
Location: 
Portugal: Porto
Work Performed: 
Uirapuru

Orquestra Nacional do Porto com programa inteiramente dedicado ao Brasil
04 | 02 | 2009 10.12H

Com obras de Villa-Lobos, Darius Milhaud e Bernd Alois Zimmermann, a Orquestra Nacional do Porto (ONP) apresenta este fim-de-semana um programa inteiramente dedicado ao Brasil, em dois concertos, disse hoje à agência Lusa fonte da instituição.
Destak/Lusa | destak@destak.pt

O primeiro concerto, sexta-feira, às 21:00, abre com o poema sinfónico Uirapirú (nome de um pássaro que, quando canta, todos os outros na selva se remetem ao silêncio, ouvindo a sua melodia encantatória), de Heitor Villa-Lobos.

Para construir esta obra, o compositor inspirou-se em vários elementos nativos e populares, aos quais juntou a sua própria história, retratando, na sua partitura, o ambiente da selva brasileira.

Segue-se "Le boeuf sur le toit (O boi no telhado)" e "Saudades do Brasil", de Darius Milhaud, obras que mostram como o compositor francês ficou marcado pelo período (de um ano) em que viveu no Rio de Janeiro.

O concerto termina com uma obra do compositor alemão Bernd Alois Zimmermann, que em meados do século XX, se inspirou igualmente na música brasileira para compor o bailado "Alagoana", obra também conhecida pelo título "Caprichos Brasileiros", com referências à música do sertão e dos povos indígenas do Brasil.

A direcção musical é de Peter Rundel, maestro titular do Remix Ensemble, que antes de se dedicar, há mais de 20 anos, à carreira de maestro, era um violinista mundialmente reconhecido.

Desde então, tem-se distinguido numa variedade de projectos com grandes orquestras europeias.

No âmbito do teatro musical, dirigiu produções na Ópera Alemã de Berlim, na Ópera do Estado da Baviera e nos festivais de Viena e Bregenz.

Entre 1984 e 1996, integrou como violinista a formação do Ensemble Modern, com o qual mantém uma relação próxima como maestro.

Na área da música contemporânea tem desenvolvido colaborações com o Ensemble Recherche, Ensemble Modern, Ensemble Resonanz, Asko Ensemble de Amesterdão e Klangforum de Viena, trabalhando ainda regularmente com o Ensemble Intercontemporain de Paris, Ictus Ensemble de Bruxelas e MusikFabrik de Düsseldorf.

Peter Rundel recebeu numerosos prémios pelas suas gravações de música do século XX, incluindo por várias vezes o prestigioso 'Preis der Deutschen Schallplattenkritik (Prémio da Crítica Discográfica Alemã)", com as suas gravações de "Prometeo" de Luigi Nono (EMI), "Peças para Ensemble e Orquestra" de Hanspeter Kyburz (Kairos) e "Life"de Steve Reich (BG).

Ganhou o Grande Prémio do Disco, com "Gesamtwerk", de Jean Barraqué, e foi nomeado para o Prémio Grammy pela sua versão de "Surrogate Cities" de Heiner Goebbels (ECM).

Na temporada de 2007/2008, dirigiu "Blood On The Floor" de Mark-Anthony Turnage com o Remix Ensemble (CD disponível na ARGO).

Parte deste programa - "Saudades do Brasil" (excertos) e "Alagoana" - é apresentada de novo no domingo, num concerto da série Ao Meio-Dia.